terça-feira, 29 de novembro de 2016

Da lua-de-mel #5

Hoje vamos passar o dia em Galle. Apanhamos o autocarro, levamos cerca de 1h e até se fez muito bem a viagem, se bem que sempre no meio de muito trânsito, apito e confusão.
Chegados a Galle, dirigimo-nos para o Dutch Fort, originalmente construído pelos portugueses na época dos Descobrimentos. Aí compramos a nossa estatueta do típico pescador local - regateamos e o preço passou de 4600r para 2000r, ou seja, passou de 28.60€ para 12.40€. Enquanto visitamos as ruínas deste antigo forte, vemos a chuva chegar, vinda do mar, com um negrume imenso a aproximar-se de nós e resolvemos abrigar-nos antes que a chuva desabe sobre nós. Dito e certo. Abrigamos-nos num alpendre de um banco e ainda ali ficamos um bocado. 1ª curiosidade: Ainda bem que compramos os impermeáveis e os deixamos no quarto. 2ª curiosidade: neste alpendre, de um lado estávamos nós dois apenas e do outro estava cheio de locais, ou seja, ninguém se chegou para nós. I don't know why...
A chuva parou e fomos passear pela parte antiga da cidade. Fomos avisados por um local que ali dentro tudo é mais caro, o que faz todo o sentido, já que será a zona mais turística da cidade. Assim, e como já é hora de almoço, dirigimos-nos ao caos confuso da cidade. Só que aí não vemos nada com bom ar para almoçarmos, como dizia o M. "tudo cheirava a caganeira", por isso decidimos regressar à zona antiga e entramos num restaurante por onde já tínhamos passado e com bom ar (dica: se tem turistas lá a comer é porque à partida é seguro - turista puxa turista). Almoçamos bem. As casas-de-banho de cá é que são todas um pavor. Voltamos à cidade e seguimos por entre ruas e ruelas, cheias de lojecas e muita confusão e trânsito. Entramos numa destas lojecas de especiarias e abastecemos-nos. Cansados, regressamos a Mirissa.
Chegamos ao quarto e tudo o que nos apetece é banho e descanso. Dormimos 2h. Saímos de casa pouco depois das 19h e mesmo antes de sairmos cai uma pancada de água daquelas bem forte e longas. Aguardamos e trazemos os nossos impermeáveis. Como a fome já aperta, e não há aço para andar à procura de restaurante, vamos para o Dewmini (ficamos fãs), e desta vez vamos ao Kottu (é nada mais que roti picado com vegetais e com mais o que escolhermos, como frango, queijo, camarão, etc.). Estava tão bom e o picante estava no ponto certo. No final, tempo para mais um especial ice coffee. Não voltou a chover (ainda bem que trouxemos os impermeáveis!). Daqui vamos para o quarto, lemos um pouco e adormecemos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
video
30.09.2016

Sem comentários: