segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Ser solidária faz-me bem #1

Há cerca de um mês pus um post acerca de roupa, das limpezas de roupa que faço a cada mudança de estação e da quantidade de roupa que consigo sempre juntar para dar. Julguei que já tinha dado tudo o que tinha por este ano, mas ontem o Mano disse que tem uma amiga que está a juntar um grupo de amigos para fazer um cabaz de Natal, com roupa e bens alimentares, para oferecer a um casal de irmãos (a rapariga de 17 e o rapaz de 14 anos), que chegam até a passar fome, e eu, claro, não pude ficar indiferente. Lá voltei a vasculhar bem as minhas coisas todas, fui para a arrecadação, e consegui juntar mais uns mimos, mais para ela que para ele. A ver... para ela, um casaco de malha bege, duas blusas coloridas às flores, uma carteira rosa da LuxWoman, uma mala pequena preta da Mango e uma bolsa bege da Máxima, cheia de bijuteria (brincos, anéis, pulseiras e colares); para ele, uns chinelos de quarto azuis. A juntar a estes mimos, umas massas e uns enlatados. E ainda vou ver o que arranjo de produtos de higiene. Sinto-me bem a ser solidária!

5 comentários:

Neni disse...

És linda! Não te bastava seres linda por fora como ainda és por dentro! Linda, linda!!!***

Kaipiroska disse...

Ohhh corei :) obgda***

J disse...

Uma atitude louvável :) eu também costumo dar coisas de que já não preciso mas opto por dar a instituições que depois, por sua vez, fazem a distribuição. Escolhi esta forma porque, tal como tu, tb conheci um familia que não tinha dinheiro para comer. Juntamos tudo o que tinhamos em excelente condição e demos a uma familia que vive perto de minha casa. O problema é que parece que a familia achou que a roupa não estava na moda, então lixo. E isso é triste!

statusfelicidade.blogspot.com

Almofariza disse...

Lovely :)

Cadês
Almofariza

Kaipiroska disse...

J, nem posso acreditar nisso que contas. Muito mau o q essa família fez. Tb só dou o que tenho em boas condições e há cerca de um mês qdo dei em maior quantidade tb foi para uma instituição, uma lar de raparigas. Sentimo-nos bem...